segunda-feira, 17 de agosto de 2015

A ditadura das bicicletas


Voltei hoje a Oldenburg depois da minha operação a um olho. Tive uma pequena complicação que felizmente já parece estar resolvida.
Esta fotografia foi tirada há semana e meia.
No lado esquerdo pode ver-se a marcação do caminho de bicicletas que passa junto da paragem de autocarros. 
Quando passeava a pé, exactamente no sítio onde se vê a bicicleta com o atrelado para criança, fui obrigado a desviar-me dos vários ciclistas que não respeitaram a zona de peões.
Este será talvez um bom exemplo para os que ainda pensam que na Alemanha são todos ordeiros e organizados :-)
Oldenburg é uma pequena cidade universitária onde as bicicletas são o modo preferido de muitos para se deslocarem. E, por isso mesmo, é preciso algum cuidado com os ciclistas que pensam que são os donos dos passeios :-)

quinta-feira, 13 de agosto de 2015

Chuva de estrelas, 13 de Agosto


Viram as estrelas cadentes?
Levantei-me durante a noite, liguei o app do tablet e apontei para a constelação de Perseus, para ver se via a chuva de estrelas ou Perseidas.
Mas o que eu vi foi uma coisa ao contrário: as estrelas do mar subiram magicamente e por lá ficaram.
Talvez hoje à noite, se olharem bem, consigam ver que afinal as estrelas do céu são estrelas do mar :-) 

quarta-feira, 12 de agosto de 2015

Celósia



Não resisti a comprar um vasinho por 1,99 Euro :-)

sábado, 8 de agosto de 2015

Camarões fritos


Como ultimamente não tenho mostrado fotos de gastronomia, hoje fica esta :-)

sexta-feira, 7 de agosto de 2015

A Grande Dama do Piano

A Grande Dama das teclas pretas e brancas! Foi assim que a vinda de Maria João Pires foi noticiada nos meios de comunicação social da região.
O concerto esteve previsto para ser em Junho mas, por razões de saúde, Maria João Pires não pôde estar em Emden.
Esteve esta semana!
O evento foi na renovada Neuekirche, uma igreja com mais de 400 anos, destruída na 2ª Guerra Mundial, como quase tudo em Emden, que foi umas das cidades alemãs mais destruídas devido a ser um porto importante e ter uma forte construção naval.
Interessante é o facto de a famosa pianista vir a uma pequena cidade com 50 mil habitantes. A isto não será alheio o facto de a cidade ter fortes tradições culturais, com um museu de arte bastante conhecido e um programa musical muito rico.
O concerto foi gravado ao vivo pela rádio NDR Kultur.
Confesso que foi extremamente bonito e emocionante ver a forma como a pianista foi recebida e aplaudida pelo público.
Não tirei fotos mas encontrei alguns links onde podem ver imagens:

(neste link as imagens estão um pouco mais em baixo)



terça-feira, 4 de agosto de 2015

Money machine

Todas as minhas fotografias têm Direitos de Cópia Reservados (Copyrights Reserved)

Nas minhas divagações e experiências para a foto do tema da semana no 1x tentei copiar uma nota com o scanner e depois imprimir em formato um pouco mais reduzido.
Aí começaram as surpresas!
Primeiro, um programa de processamento de imagem recusou-se a carregar a imagem digitalizada.
A seguir, utilizei outro programa de imagens e mandei imprimir. A impressora apenas imprimiu metade da imagem e depois imprimiu um link.
http://www.rulesforuse.org/pub/index.php?lang=en

Fiz um pouco de pesquisa e percebi melhor.
As impressoras e alguns programas de processamento de imagens têm protecções para evitar fraudes e reproduções ilícitas.
Um desses sistemas de protecção é a "constelação EURion", que consiste num padrão de símbolos e existe desde 1996. Mas há outros.

Felizmente que a minha máquina de fazer dinheiro não tem o chip com essa protecção :-))

Clicar para ver filme com a máquina em funcionamento:
https://drive.google.com/file/d/0ByfeI3TBpOOtNXZuVnpXRFJhY2M/view?usp=sharing

terça-feira, 28 de julho de 2015

Fotografia com matemática e operações lógicas


Hoje vou mostrar um pouco como foi feita a panorâmica de Lübeck do postal anterior.
É uma composição de 8 fotografias captadas no formato de retrato (ao alto) e montadas numa perspectiva Panini, pouco comum nas habituais panorâmicas.
Para o efeito utilizo um programa chamado Hugin, que é gratuito mas muito poderoso matematicamente, e que consegue fazer junções de panorâmicas bastante difíceis.
Além da matemática poderosa que é preciso para efectuar as transformações de coordenadas das fotografias, o Hugin permite coisas maravilhosas, tais como operações de lógica de determinadas partes da fotografia.
Voltemos ao exemplo da minha fotografia, que abrange um ângulo horizontal de 152 graus.
Enquanto fui tirando a sequência de 8 fotografias as pessoas moveram-se.
Na primeira solução o programa apresentou-me uma imagem em que a senhora do lado esquerdo (em primeiro plano) aparecia duas vezes.

Foi preciso indicar zonas de exclusão e inclusão de modo a eliminar essa possibilidade. 
Na imagem inicial mostro as zonas de exclusão assinaladas a preto. Na imagem seguinte podem ver-se os contornos que eu escolhi, a encarnado as zonas de exclusão e a verde uma zona de inclusão.


Só mais umas palavras sobre o tipo de projecção utilizada.
Utilizo poucas vezes as projecções cilíndricas, que tendem a distorcer e entortar as linhas arquitectónicas direitas. Prefiro as projecções rectilíneas ou gnomónicas. 
Neste caso usei uma projecção Panini que, embora sendo do tipo cilíndrico, mantém as linhas verticais e radiais direitas, ficando a imagem com um aspecto muito parecido com a da projecção rectilínea.
Alguns irão dizer que as vossas máquinas fazem isso automaticamente. E fazem, mas o Hugin provavelmente rir-se-á das panorâmicas feitas assim.
Muitas vezes existem imperfeições, só perceptíveis com uma análise mais detalhada.
Há outro aspecto ainda mais importante no que respeita à captação de panorâmicas, que é a posição correcta da máquina.
Para panorâmicas de grande precisão não pode haver erros de paralaxe e não basta rodar a máquina no tripé, é preciso fazer a rotação da máquina no ponto certo, o chamado "ponto nodal" ou ponto de não-paralaxe.
Mas isso fica talvez para outro postal :-)

domingo, 26 de julho de 2015

Lübeck

Praça do Mercado, com a imponente igreja de St. Maria (à esq.) e a Câmara (à direita)

A cidade hanseática de Lübeck é um local quase obrigatório para quem visita o norte da Alemanha.
Deixo-vos com algumas impressões de uma passagem rápida por Lübeck no Verão do ano passado.
Estava um dia de muito calor com a cidade cheia de turistas.

sábado, 25 de julho de 2015

"Agrostemma githago"



Agrostemma githago, Corncokle em inglês, Kornrade ou Kornnelke em alemão.
Os nomes comuns em português são muitos, podem ver aqui:
http://jb.utad.pt/especie/agrostemma_githago


sexta-feira, 24 de julho de 2015

Comendo groselhas




E eu, enquanto fotografava, ia comendo também :-)

quinta-feira, 23 de julho de 2015

Início das férias escolares


Na Alemanha os periodos de férias escolares variam conforme os estados. Alguns estados começam no fim de Junho, outros só no início de Agosto.
Mesmo assim não se conseguem evitam os congestionamentos de trânsito nas auto-estradas mais frequentadas.
As férias de Verão do estado da Baixa-Saxónia (onde vivemos) começaram hoje e terminam no dia 2 de Setembro.
Hoje de manhã as notícias na rádio incluíam frequentemente a palavra "Stau", que significam fila de trânsito em alemão.
Muito provavelmente amanhã, com início do fim-de-semana, o trânsito ainda será pior.
O melhor é ficarmos em casa :-)

quarta-feira, 15 de julho de 2015

Abelhas e flores - 1ª parte


São muitas as fotografias das últimas semanas com abelhas e flores. Por isso vão ter pelo menos dois postais com este tema.
Espero que não se importem com a minha insistência mas adoro fotografar as abelhinhas a trabalharem :-)


domingo, 12 de julho de 2015

As Pedras e as Palavras


Recebi e li, com todo o prazer, mais um livro do meu caro amigo Professor Galopim de Carvalho.
Irei guardar esta obra com um prazer especial pois o autor escolheu uma das minhas fotos para capa.
Aqui fica a sugestão para leitura e os meus parabéns públicos ao Professor Galopim de Carvalho, com um grande abraço.

quarta-feira, 8 de julho de 2015

"Sempre-viva"


"Xerochrysum bracteatum" é o seu nome científico.
Em português, chama-se "sempre-viva". 
Em alemão é "Garten-Strohblume" e em inglês chama-se "Strawflower", cuja tradução é "flor de palha".
Quando se toca nas flores elas realmente parecem serem feitas de palha :-)
Esta flor já "posou" nos postais anteriores para os "zooms", agora mostro-a numas imagens menos dinâmicas mas mais detalhadas.



segunda-feira, 6 de julho de 2015

"Eschscholzia Californica"


Nada melhor para ilustrar este tempo quente do que uma das nossas flores de Verão: a Eschscholzia Californica, também conhecida por "Californian poppy" ou "golden poppy", com cores bem "quentes" :-)


sábado, 4 de julho de 2015

"Lupinen"


Noutro dia estava a beber uma cerveja, que por acaso é da região, de Jever, e pelo sabor disse para comigo: "esta era óptima com tremoços!"
Só faltava encontrar os tremoços.
Pois bem, não é que no "Amazon.de" encontrei tremoços, ainda por cima portugueses?! :-)
Pedi na 5a feira, chegaram hoje, 3 frascos de 500g da marca "Maçarico". Saiu tudo, portes incluídos, por 15 Euros.
Ora, para petiscar fora das refeições não há melhor: poucas calorias, muita fibra, vitaminas e proteína, o único problema pode ser o sal ... e a cerveja com que se acompanha!
Neste caso até tive sorte, estão bem temperados de sal, mas sem exagero. Digo isto com a certeza de ser uma pessoa comedida no sal :-)
Um Verão com este "marisco" (dos pobres) é mais agradável.
O nome em alemão para tremoços é "Lupinen" (no plural), devido ao género científico em latin ser "Lupinus", com origem etimológica na palavra Lupus (lobo). 


quinta-feira, 2 de julho de 2015

It is Summer!


Temperaturas acimas dos 30 graus, coisa rara pelo norte da Alemanha.
Noutras regiões mais a sul é frequente o Verão ter dias bem quentes, mas aqui, perto do mar e bem a norte, não.
A vaga de calor que se expandiu a partir do norte de África, Península Ibérica, atravessou a França e chegou até cá :-)



quarta-feira, 1 de julho de 2015

Zoooooooming!

 1/30s, F11, ISO 100

Esta semana o tema no 1x.com é o "Zoom Blur".
É uma técnica fotográfica, também chamada "Zoom Burst", que se consegue com a utilização de lentes com anel de zoom manual. 
A técnica consiste em fazer zoom enquanto o obturador está aberto com uma velocidade de obturador relativamente lenta, geralmente abaixo de 1/60 de segundo, fazendo com que a imagem seja "arrastada"  e deixando os rastos do percurso conforme o zoom efectuado.
É também possível obter um efeito semelhante com software de pós-processamento como o Adobe Photoshop e similares.
A técnica com o zoom burst feito de modo manual exige alguma perícia e treino. No caso do Photoshop a fotografia pode ser tirada com qualquer velocidade, mas garanto-vos que o prazer em conseguir o resultado pelo primeiro modo é muito superior ao "fake" do photoshop :-)
Para o tema da semana no 1x.com escolhi uma foto antiga, do Campeonato Mundial de Bicicletas Reclinadas, realizado em Leer, em 2013. 
Foi tirada na rua, sem tripé e com uma lente sem sistema de redução de vibração (gosto de desafios, e assim foi bem mais difícil).
Fiquem com as minhas experiências de Zooming, espero que gostem :-)


 1/10s, F18, ISO 100

segunda-feira, 29 de junho de 2015

Photographer of the week


O site de fotografia 1x.com publicou hoje no seu blog uma entrevista comigo. 
Tenho muito gosto em divulgar aqui o link: