domingo, 15 de abril de 2012

O rei dos legumes


Na Alemanha o espargo é o rei dos legumes.
Quando chega esta altura do ano os mercados ficam cheios de espargos brancos e é aproveitar a época que dura até quase ao fim de Junho.
Os alemães comem espargos de todos os modos. Seria difícil enumerar todos mas os mais clássicos são com batatas novas cozidas, manteiga derretida, e molho de maionese ou molho holandês. O presunto, fiambre ou os ovos mexidos são também acompanhamentos frequentes. Para uma refeição menos ligeira alguns acompanham com costeletas panadas ("Schnitzel") ou almôndegas de carne.
E muito mais variedades consoante os gostos e as regiões.
A escolha é livre. Acho que ninguém leva a mal se um alentejano lhes juntar umas fatias de chouriço e bacon frito (?).
Cá em casa a época já começou :-)

Monumento de homenagem às vendedoras de espargos em Schwetzingen (Baden-Württemberg)

7 comentários:

  1. Conheço muito bem esta estátua. Costumávamos ir lá precisamente para irmos provar os primeiros espargos do ano. Abraço I

    ResponderEliminar
  2. Gostei muito deste post, Luís. Já tive a oportunidade de mencionar que quando se trata de paisagens e gastronomia... aqui me encontrará.
    Também gosto muito de espargos e, consequentemente, convivem sempre na gaveta dos vegetais com os aipos, os pimentos, os cogumelos... Curiosamente, raramente compro os espargos brancos. Os que por aqui abundam são os verdes embora já tivesse visto os brancos. Não foi há muito tempo, no local de trabalho e durante uma refeição celebratória (não me recordo qual), apresentaram espargos crus. Como funcho, brócolos, couve-flor, aipo, pimentos e outros crus mas nunca tinha experimentado espargos sem serem cozidos. E não desgostei. Porém, o mais habitual é dar-lhes apenas uma fervura sem sal e comê-los assim sem temperos.
    Um prato muito bem apresentado, Luís. Como diz, a apresentação é muito importante! : )
    Gostei igualmente das esculturas. Aprecio quando um povo valoriza a sua tradição desta forma.

    ResponderEliminar
  3. Cá em casa ADORAMOS o rei dos legumes, que acompanhamos com fiambre e molho holandês.

    Hoje é o último episódio da série dinamarquesa "Die Brücke - Transit in den Tod", que vi graças à sua dica, Luís. Muito obrigada!

    ResponderEliminar
  4. Mal seria que um português, para mais alentejano, aceitasse de mão beijada a totalidade da oferta alheia sem lhe "dar um jeitinho" para acomodá-la à sua conveniência :-)
    Pena é que esta modernice da internet ainda não permita a "experiência total"... e se fique por um discurso "imaginado".

    ResponderEliminar
  5. Vou tentar resumir:
    Sabia que a "Marota" conhecia a estátua da vendedora de espargos, de onde se pode também observar o magnífico Palácio de Schwetzingen :-)
    Catarina, os espargos preferidos aqui são brancos, gostosos e macios, sem pele e com a um pouco da haste cortada que na base é sempre mais dura :-)
    Ematejoca, bem sei que também gosta muito de espargos. A série "Die Brücke" foi realmente de pregar-nos ao ecrá durante 5 semanas. Além dos bons filmes policiais alemães, os escandinavos que a televisão alemã passa (e muitas vezes co-produz!) têm sido muito bons :-)
    Caro "Blog da Treta" obrigado por aparecer e comentar :-)

    ResponderEliminar
  6. teste!!!!!!!!!
    vamos a ver se:
    - corre bem;
    - corre tão mal quanto ontem
    - corre mal de outro modo

    ResponderEliminar
  7. Vabels, como eu te disse correu bem e o comentário "entrou" :-)
    Às vezes o programa que eu uso, como "assistente aos comentários", comete algumas asneiras e poderá ter sido por isso que o teu comentário de ontem deu erro. Já enviei informação do problema para o nosso serviço de assistência aos clientes :-)
    Abraço

    ResponderEliminar