sexta-feira, 29 de junho de 2012

Palafitas do Bodensee


Casas lacustres do Bodensee (Lago Constança).
Em 27 de junho de 2011, a UNESCO declarou as palafitas pré-históricas das regiões alpinas como património mundial.
Ao todo a UNESCO escolheu 111 lugares em 6 países: Eslovénia, Itália, França, Suíça, Áustria e Alemanha. Esses assentamentos submersos remontam ao período entre 5000 a 500 a.C. e na maioria pertencem à Idade da Pedra e Idade do Bronze.
No Bodensee, em Uhldingen-Mühlhofen (bem perto de Meersburg), existe um museu muito interessante, com a reconstituição das casas num local onde foram descobertos assentamentos de uma aldeia lacustre.



quinta-feira, 28 de junho de 2012

Bodensee

Mosaico panorâmico de um miradouro perto de Hagnau

O lago de Constança (em alemão Bodensee), na fronteira da Alemanha, Áustria e a Suíça, é o terceiro maior lago da Europa Central. É atravessado pelo rio Reno e fica a uma altitude de 395 metros acima do nível do mar. A maior profundidade é de 252 metros.
Nos próximos postais irei mostrar alguns locais do Bodensee :-)
Mapa com localização: http://pt.wikipedia.org/wiki/Ficheiro:Karte_Bodensee.png

terça-feira, 26 de junho de 2012

No Verão é quando mais chove...



Na Frísia de Leste é no Verão (especialmente em Junho) a época de maior pluviosidade.
Confirma-se :-)

sábado, 23 de junho de 2012

Sympathisant


Um passeio pelo dique.
Vejo bem perto uma pessoa com uma camisola número dez da selecção portuguesa de futebol.
A seguir sai-me a pergunta inevitável: português?
Resposta sorridente e em alemão: "Sympathisant!".
Simpatizante apenas. Mas não gosta de Ronaldo. Luís Figo, Eusébio, isso sim :-)
Vai ser difícil a escolha quando Portugal e a Alemanha se encontrarem na final do campeonato europeu daqui a uma semana...
:-))

terça-feira, 19 de junho de 2012

Música em amarelo


Compus uma pequena "rapsódia".
A brincadeira com as palavras é muito usual porque em alemão esta planta chama-se "Raps", daí a expressão Raps... odie :-)
Chamemos-lhe "páginas amarelas" de alguns campos de colza que fui encontrando e que sempre me maravilham.
Os campos são lindos, permitem a produção de óleos, biodiesel e alimento para gado, mas todas as medalhas têm um reverso: alergias, aumento do efeito de estufa, redução da área agrícola para alimentos, etc.
Na página seguinte ("Clicar para ver postal completo") está a colecção com música :-)

terça-feira, 12 de junho de 2012

Cheira a Verão!


Custou mas foi!
Depois de um início de Junho relativamente fresco finalmente parece que as temperaturas chegam sem timidez aos 20 graus e começa a sentir-se o Verão :-)
O cheiro característico da terra húmida e da vegetação que perfuma o ar completam a paisagem típica da Frísia de Leste, com as suas vaquinhas fleumáticas, que já estão habituadas aos "turistas de bicicleta" que de vez em quando se aproximam para conseguir uma fotografia.
Já cheira a Verão!
E a vacas também :-)


segunda-feira, 11 de junho de 2012

Alte Lahnbrücke, Wetzlar


Retomando a viagem, apesar do dia cinzento e chuvoso, o bloco de apontamentos recomendava uma passagem por Wetzlar, para fotografar a velha ponte sobre o rio Lahn.
Esta ponte edificada no sécula XIII é uma das pontes mais antigas do estado de Hessen.
Infelizmente o caminho à nossa frente até ao Bodensee ainda era longo e não deu para ver mais, pois vale a pena uma paragem mais demorada, com uma visita pela cidade antiga.



Fotografia com 10 segundos de exposição e abertura f11. Para conseguir o efeito na água utilizei um filtro Hoya NDx400.

sexta-feira, 8 de junho de 2012

Marburg


A cidade histórica de Marburg  foi por diversas vezes a capital do principado de Hessen, que era um dos mais influentes do Sacro Império Romano-Germânico. Depois da Guerra dos 30 anos perdeu importância na região.
Em Marburg foi fundada em 1527 a primeira universidade protestante de todo o mundo, a Universidade de Marburg, ou "Philipps-Universität" como também é chamada.
A cidade é também famosa pelo seu castelo, que domina a colina que se debruça sobre a cidade, e pelas suas igrejas medievais, especialmente a Igreja de Santa Elisabete da Ordem Teutônica, a primeira igreja em estilo gótico construída em solo alemão e uma das primeiras obras góticas a serem erguidas fora da França.
Deu para perceber que a cidade tem muita vida, principalmente de estudantes, por ser uma cidade universitária, e de muitos turistas também.
O tempo não deu para tudo e melhor do que as minhas fotos é aproveitar o excelente sítio oficial da cidade que além de ter muita informação tem excelentes guias da cidade.

http://www.marburg.de/de/tour


A subida até ao castelo não é nada fácil, primeiro com uma caminhada pelos degraus (há também um elevador) e depois pelas ruas da cidade, sempre a subir. No fim, vem a parte mais difícil porque além de muito íngreme o caminho de acesso ao castelo é também muito escorregadio.
A vista deslumbrante sobre a cidade vale sempre a pena!


quarta-feira, 6 de junho de 2012

domingo, 3 de junho de 2012

A torre da princesa Rapunzel


Há muitas torres a reclamarem o mesmo, de serem as torres dos contos de encantar, mas esta, que não é mais do que uma "casinha de prazer" ("Lusthäuschen“), ou casa de jardim no estilo românico, do velho castelo de Amönau, foi escolhida pelo pintor Otto Ubbelohde (nascido em Marburg mo século XIX), como modelo para "Torre de Rapunzel", nas suas belas ilustrações dos contos de fadas dos irmãos Grimm.
Não vi a princesa Rapunzel das longa tranças de cabelo, mas dei largas à imaginação...
:-)



sexta-feira, 1 de junho de 2012

Frankenberg (Eder)


Continuando a viagem para sul, depois de atravassear num carrossel de sobe e desce as montanhas de Sauerland, Frankenberg (no rio Eder) merece uma visita.
A pequena cidade tem muita história. Foi um lugar estratégico nas lutas entre os francos e os saxões.
Adquiriu também alguma importância económica devido à sua localização. Em 1476 um grande incêndio destruiu praticamente toda a cidade, que só conseguiu no século XVI voltar a ter alguma importância.
A Rathaus ("Câmara" ou "Prefeitura") é um edifício único, magnífico, com as suas 10 torres! Além de outros locais merecedores de uma visita, as ruas apresentam as antigas casas medievais "de enxaimel", com as traves em madeira, tudo muito bem restaurado, e a Liebfrauenkirche, imponente igreja gótica do século XIII.