quarta-feira, 28 de maio de 2014

Por que será?

 
Hoje ao sair de bicicleta notei que um vizinho (também oriundo de outro país) tinha no jardim dois sacos de plástico azuis, cheios de  relva que cortou do seu jardim. Os sacos estavam atados e preparados.
A coisa intrigou-me. A relva, e outros biodegradáveis, é nos sacos verdes, não nos azuis.
Pensei que coisa estranha. Confesso que os meus princípios de cidadania não me deixaram atingir propósitos mais esquisitos.
Mais tarde em conversa cá em casa fui "iluminado".
Os sacos cinzentos e verdes são pagos (10 sacos são 9 euros), os outros não. Assim sendo desconfio que o fulano se prepara para de noite os largar algures. Ainda se largasse só a relva, mas pelo facto de os sacos já estarem atados acho que não se dará a esse trabalho.
:-(

Mais postais com o tema "lixo":
http://postaisalemanha.blogspot.de/search?q=lixo
 

sexta-feira, 23 de maio de 2014

A razão por que prefiro cortar os pimentos vermelhos...


Com os pimentos vermelhos se me cortar não se nota tanto :-))

domingo, 18 de maio de 2014

Pode avançar mesmo com sinal encarnado!


Conhecia este sinal das visitas que fizemos a amigos em Leipzig. Era muito comum na antiga RDA e alguns estados mantêm-no.
Ontem ao passar por um bairro de Bremen, que é umas das três cidades-estados da Alemanha, dei com um sinal deste tipo.
A interpretação é relativamente fácil, especialmente se resolvermos parar quando a luz está encarnada.
Depressa aparece algum carro por trás e começa a buzinar. Aí percebemos logo que caso a via esteja livre podemos avançar na direcção da seta, mesmo com o sinal encarnado.
Este sinal obriga sempre a parar como num Stop, e a dar prioridade a peões e bicicletas, e claro só podemos avançar se não vier nenhum carro das outras vias.
Não fazer a paragem de Stop pode dar uma multa de 150 Euros e 3 pontos de penalização.
Quem desejar pode não avançar mas havendo carros atrás irá com certeza ouvir um grande buzinão :-)
 

sexta-feira, 16 de maio de 2014

Ovos duplos

 
Já falei aqui nos postais de uns marmelos deliciosos que comprei numa loja turca em Leer.
Noutro dia voltei lá para comprar pevides e amendoins com sementes de sésamo e dei com uns ovos especiais de duas gemas. :-)
O vendedor garantiu que os ovos eram todos de duas gemas. E não enganou.
Além de serem bastante grandes lembro-me que também foram baratos.
 
Alguns links com mais informação sobre estes ovos com duas gemas:
 
 

segunda-feira, 5 de maio de 2014

Strammer Max


Na viagem de regresso de Bruges no fim de Março parámos numa área de descanso de uma autoestrada holandesa.
Ao contrário do que é habitual (na Alemanha e outros sítios :-) nesta área para descanso o restaurante e WCs eram do outro lado da estrada, tendo os utentes que passar por um túnel para peões por baixo da autoestrada.
Abstenho-me de comentar o interesse das autoridades locais na nossa saúde, em nos fazer andar um longo percurso, admitindo que porventura o exercício será benéfico, depois de algumas horas a conduzir, não pude deixar de me interrogar como será no Inverno, quando chover ou nevar.
O restaurante, talvez devido a ser meio da tarde, "estava às moscas". Lá se perguntou o que havia para comer.
Resposta: "Uitsmijter"!
Fiz uso da tradutora que ia comigo, e que percebe holandês, e a coisa foi traduzida para "Strammer Max" (em alemão).
Devem ter ficado a saber o mesmo. Agora traduzo eu, o Strammer Max é de confecção muito simples, não é mais do que uma sanduíche servida no prato, que consiste numa fatia grande de pão de mistura, coberto com ovos estrelados e algum fiambre ou bacon. Pode também levar mais ingredientes, queijo, tomate, rodelas de cebola, etc.  
Como já disse não havia mais clientes no restaurante mas a menina do balcão deu-me um aparelho, que mostro na fotografia, e disse-me que quando os pratos estivessem prontos, o dispositivo faria um beep e avisaria para eu os ir buscar ao balcão.
Achei graça, até pela funcionalidade, nada funcional, pelo serviço, que pagamos e não temos, e ainda por cima por ... não haver mais clientes. :-))
Infelizmente a fominha nem me deu tempo para tirar uma foto do Strammer Max mas podem ver e ler aqui na Wikipedia:
 
Strammer Max (foto de Kobako, obtida na Wikipedia)

sábado, 3 de maio de 2014

Crime na Frísia


Hoje trago-vos uma fotografia de um crime ... em miniatura.
Aguardo com muita expectativa a nova série policial "Frieslandkrimi" que hoje à noite será passada em horário nobre  no canal 2 alemão (ZDF). O filme de hoje com 90 minutos foi rodado em Leer e na região aqui bem perto. Estou curioso em ver o que vão mostrar :-)
A Alemanha tem grandes tradições na produção de filmes policiais, principalmente com a série "Tatort", que existe desde 1970 e já conta com mais de 1000 episódios. Acho muito interessante o facto das séries televisivas deste tipo serem como que "descentralizadas" e não se passarem apenas nas grandes cidades, o que permite a pouco e pouco irmos conhecendo muitos locais e culturas diferentes, inclusive da Áustria e Suíça.
O modelo alemão deste tipo de filmes aborda normalmente temas muito actuais da criminalidade com mais destaque para o conteúdo social e humano do que para o espectáculo e acção. Talvez por isso eu seja um adepto totalmente rendido às séries policiais alemãs :-)
Aqui podem ver um pequeno trailer do filme: