quinta-feira, 31 de março de 2011

O Inverno foi de férias


A primeira vez este ano em que o dia "acordou" com temperatura acima dos 10 graus. (positivos!)
Um verdadeiro luxo!
Agora sim, o Inverno foi de férias :-)

sábado, 26 de março de 2011

E10


Desta vez decidi fazer uma ilustração rápida sobre um dos temas da actualidade no último mês aqui na Alemanha: a introdução de um biocombustível, substituto da gasolina mas mais barato.
O novo produto, chamado E10, contém 10 por cento de etanol, e dizem que é seguro para 93 por cento de todos os carros registados na Alemanha e 99 por cento de todos os carros de fabrico alemão.  
No entanto, e apesar de ser mais barato do que a gasolina comum, muitos automobilistas recusam-se a comprá-lo. Pode-se dizer que a sua introdução no mercado alemão começou como um grande falhanço, e boicote até!
O etanol é produzido a partir da cana-de-açúcar, mandioca, milho, beterraba e outros produtos agrícolas. Penso que aqui, na Alemanha, os lindos campos amarelos de colza também se destinam à produção de biocombustível.
Os opositores desta ideia dizem que os benefícios ambientais não são evidentes. A sua produção exige consideráveis emissões ​​de dióxido de carbono (por ex. durante a colheita) e além disso o combustível é menos eficiente. Julgo que tecnicamente o problema  poderá ser o menor desempenho dos motores em climas frios.
Por outro lado a produção de biocombustível pode significar menos terra disponível para o cultivo de alimentos, aumentando assim os preços dos alimentos.

Fonte:

Nota final:
No Brasil está muito vulgarizada a aplicação de combustíveis com mistura de etanol (até em percentagens superiores). O Brasil é o maior produtor mundial de etanol.

sexta-feira, 25 de março de 2011

O voo da águia


Aconteceu num passeio de bicicleta, a pouco mais de 50 metros lá estava uma águia (julgo que se trata de uma águia-de-asa-redonda) empoleirada numa estaca. 
A distância era muita para a minha objectiva, mas mesmo assim consegui esta fotografia sobreposta, com a águia poisada na primeira posição, do lado direito e depois em voo a afastar-se do fotógrafo intruso.
Lembrei-me que há 2 anos atrás, no Inverno, um dia apareceu uma águia  a 10 metros da nossa porta. Penso que estava um pouco maltratada, ou doente, e talvez por isso tenha aproveitado o campo ao lado para recuperar. Esteve por aqui 2 ou 3 dias e depois partiu.
Quem sabe se era a mesma criatura.



Mais uma vez é o fatalismo do português: antigamente tinha águia perto e máquina rafeira, agora a máquina é menos má mas a águia estava longe :-)))

quarta-feira, 23 de março de 2011

Sozinho em casa 5


Penso que houve uns pais que foram às compras e deixaram as crianças à vontade a brincar no jardim.... :-))

segunda-feira, 21 de março de 2011

Dia da árvore


Todos os dias os dias são de qualquer coisa. O pior é que depois passam a ser de coisa nenhuma...
A Alemanha é um país lindo, muito verde, cheio de vegetação e com a Natureza bem cuidada. Segundo me disseram aqui quando uma árvore é abatida a regra é plantarem-se duas novas.
No ano passado, o abate de algumas árvores centenárias (que estariam doentes) nos jardins do castelo de Evenburg  foi caso que obrigou as autoridades a terem de dar apuradas explicações a um grupo de cidadãos preocupados com o problema.
Como exemplar para este Dia da Árvore, e início  oficial da Primavera, escolhi esta faia majestosa, situada numa rua de Leer.
Esta faia-europeia foi plantada em 1820, e apesar de estar numa das ruas mais movimentadas da cidade "sua majestade" por lá vai ficando vendo as gerações passarem.
São quase 200 anos...


domingo, 20 de março de 2011

Passeio de Domingo


O passeio de bicicleta pelos caminhos rurais quase sempre proporciona fotografias interessantes. Hoje não foi excepção :-)
Aqui ficam as primeiras fotografias.


Ora de costas voltadas, ora amiguinhos , como sempre!

sábado, 19 de março de 2011

Energia nuclear


Atomkraft? Nein danke! (Energia nuclear? Não, obrigado!"), uma frase de outras décadas, que voltou à actualidade.
Hoje um pouco por todo o lado manifestantes contra a energia nuclear protestaram em várias cidades. Leer, apesar de pequena, não fugiu à regra.
O problema é recorrente só que desta vez por causa dos acontecimentos no Japão o governo, que há poucos meses tinha decidido prolongar a vida das centrais nucleares na Alemanha, agora mandou fechar as 7 mais antigas, e além disso terão de ser realizados, no prazo de 3 meses, testes de segurança alargados às restantes.
A Alemanha possui 17 centrais nucleares e quase 25 por cento da energia que consome é nuclear.

domingo, 13 de março de 2011

Cavalos cuidadosos


As noites ainda vão voltar a estar frias e é melhor ir mantendo os casacos vestidos...
Com a chegada da Primavera a paisagem rural fica mais movimentada :-). Não só com os animais mas também com as bicicletas.


sábado, 12 de março de 2011

Directamente da galinha


Na fotografia do moinho de alguns dias atrás podia ver-se no lado direito um galinheiro. Pois, lá no moinho está um local de venda em auto-serviço (a palavra existe em português :-).
Os clientes chegam, escolhem, e deixam as moedinhas na caixa do correio. Se porventura for preciso troco, é só abrir a caixa do correio, e retirar o troco.
Tudo gente séria... menos as galinhas que abusam no preço que levam pelos ovos.
Mas como no galinheiro pareciam todas felizes os ovos são generosamente grandes.
Tenho encontrado na região este sistema aplicado não só a ovos, como também a muitos produtos que os agricultores vendem directamente ao público: mel, fruta, legumes, etc.

quinta-feira, 10 de março de 2011

terça-feira, 8 de março de 2011

A rota dos moinhos


A região é propícia para os passeios de bicicleta. São 3500 km de caminhos aconselhados  e assinalados para bicicletas! :-)
Alguns circuitos atraem "ciclistas" de todo o lado que aproveitam para aqui fazer férias. Há circuitos para todos os gostos.
A rota dos moinhos, com 250 km, é uma da opções até para grupos de ciclistas que podem pernoitar nos moinhos ou em instalações anexas.
O moinho de Logabirum é uma paragem desse trajecto. A fotografia foi tirada ontem.
Hoje voltei lá com tripé, mas foi fotografia à português: um dia há vento e não há tripé, no outro há tripé mas não há vento :-)
Mesmo assim acho que consegui o efeito que pretendia, do movimento, com 1/15s no obturador. :-)

Mais moinhos da Frísia:
http://levrai.de/themen/ostfriesland/windmuehlen_ostfriesland/windmuehle_leer_logabirum.htm

 E não são poucos!

sábado, 5 de março de 2011

Plytenberg, um local mítico


O Plytenberg é uma pequena elevação situada na periferia da cidade de Leer, perto do rio Ems.
Este monte, com cerca de 9 metros de altura e 64 metros de diâmetro, dadas as características geográficas da região, de terras baixas e totalmente plana, só pode ser artificial. 
O local tem-se prestado a muitas teorias. Uma, muito conhecida, de que o Plytenberg seria o túmulo de um chefe Viking.
Investigações arqueológicas efectuadas no início de 1990 revelaram que isso não tinha sustentação.
Talvez tenha sido essa a fonte de inspiração para o escritor frísio Albrecht Janssen, que em 1926 deu largas à imaginação com a criação dos Erdmantjes, pequenas criaturas mitológicas que viviam no Plytenberg e seriam os guardiães do ouro e do túmulo de Radbod, o último rei dos frísios.
Nessa história de encantar, os Erdmantjes saíam à noite e ajudavam os agricultores da região fazendo tarefas inacabadas. Um dia um lenhador tentou roubar o tesouro cavando um buraco no Plytenberg. Como foram descobertas então as pequenas criaturas resolveram fugir com o tesouro pelo rio Ems, mas o barco voltou-se e os Erdmantjes e o tesouro desapareceram no rio, para sempre...
Actualmente o Erdmantje com o nome Plietje o é a mascote da cidade. :-)
Outra lenda popular muito antiga conta que uma vez (começa assim como todas as lendas).... um gigante ao passar por aquelas paragens terá perdido um saco cheio de ouro que agora é o Plytenberg :-)
Outras teorias apontavam ainda que teria sido um local de culto, ou de encontro de bruxas, etc.
A explicação mais "séria" é que terá servido para posto de observação da povoação (castro) de Leerort, que fica localizada mesmo na confluência dos rios Ems e Leda.
A tilia do topo do monte foi plantada em 1898.

quarta-feira, 2 de março de 2011

Viajando por outras dimensões




Em limpezas e arrumações informáticas descobri umas experiências fotográficas que fiz em tempos com um desenho muito "rupestre", à base de giz branco e sanguínea (espécie de "giz vermelho", com mistura de caulino e hematite, e que tem um tom castanho-avermelhado escuro).