sábado, 31 de dezembro de 2011

Bom ano de 2012 para todos!


Clicar para ler mais e espero que consigam ver e ouvir os foguetes :-)

Guten Rutsch!


"Guten Rutsch", significa à letra "Bom Deslize" . Imaginemos que estamo num trenó a mudar de ano :-)
Para já os desejos de Boas Entradas no Novo Ano.
O espumante este ano não refresca lá fora porque não temos neve mas à meia-noite (hora daqui) terão uma pequena surpresa que preparei no blogue :-)

sexta-feira, 30 de dezembro de 2011

Um joguinho!












Free JavaScripts provided by The JavaScript Source


O Natal já foi mas mesmo assim ainda podemos jogar com os enfeites desta época :-)
Aqui vos deixo um jogo criado em JavasCript por Brian Gosselin com adaptação de MS-potilas.
http://yabtb.blogspot.com/
Se conseguirem encontrar os pares todos em menos de 1 minuto e meio é muito bom.
Antes de começarem não se esqueçam de clicar no botão "Start a game".

quinta-feira, 29 de dezembro de 2011

O Super-Cérebro de 2011


Assisti ontem na televisão a um programa chamado "Deutschlands Superhirn 2011", o super-cérebro alemão de 2011.
Os concorrentes, pré-escolhidos, deram demonstrações incríveis de cálculo mental ou de memória.

Ver aqui fotos do espectáculo:
http://www.zdf.de/ZDFmediathek/beitrag/video/1525528/Deutschlands-Superhirn-2011

http://www.zdf.de/ZDFmediathek/beitrag/bilderserie/1524494/Bilder-aus-Deutschlands-Superhirn-2011?bildIndex=1

Por exemplo, uma menina de 11 anos foi ao longo de alguns anos memorizando, pelas fotos dos "bebé da semana" num jornal local, as caras, nomes e datas de nascimento de mais de mil bebés. Ontem, foram tiradas 5 fotos de uma tômbola com mil caras e acertou nos cinco.
Um frísio mostrou que consegue calcular a velocidade de carros sem aparelhos, só pela observação, com uma precisão de +/- 3 km/h. Incrível! Falhou uma vez mas acertou nas outras duas. Eventualmente se não tivesse falhado nessa vez teria sido o escolhido pelo público como vencedor.
Um professor de música conseguiu de olhos fechados dizer quais exactamente os instrumentos que não estão a tocar numa orquestra sinfónica.
Outra jovem, de 14 anos, tem na cabeça a complexa rede ferroviária (rápida e de alta-velocidade) da Alemanha, conhecendo os desenhos dos percursos e todas as estações.
Um dos participantes conseguia reconhecer 101 dálmatas apenas vendo uma pequeno fotografia de uma pequena parte de pele de dálmata.
Ainda mais um jovem que memorizou uma sequência de 100 pessoas (50 pares de daçarinos) , dizendo se era homem ou mulher.
Mas o cérebro que mais impressionou a todos foi Robin Wersig, um jovem de 29 anos, educador de crianças, que vive com a mãe, e que teve notas ruins a matemática na escola :-)
Mostrou ser capaz de preencher um quadrado mágico (a soma das linhas e das colunas permanece sempre igual), de olhos fechados, num tabuleiro de xadrez, dando "saltos de cavalo", como no xadrez.
Impressionante!
O filme do youtube (apresentado no início do postal) foi uma demonstração antiga, sem olhos tapados. Agora fez o mesmo "às cegas", sem ver o tabuleiro!
Podem talvez ver esta demonstração na gravação completa do espectáculo aqui, indo para a posição 1h 45 min. directamente:
http://wgeostreaming.zdf.de/zdf/300/111228_superhirn_dsh.asx
(a ZDF disponibiliza o filme completo, espero que consiga ser visto noutros países)

Além desta proeza, Robin é também campeão em determinar dias da semana de calendários...
"Robin Wersig calculates the weekdays for calendardates with 6digit years from 01-01-100000 - 31-12-999999. He gets 22 days in one minute. Worldrecord."

Acredita quem quiser, o que é certo é que até foi uma noite bem passada a ver televisão :-)

quarta-feira, 28 de dezembro de 2011

segunda-feira, 26 de dezembro de 2011

The making of... White Christmas


Como fiz o postal de Natal?
Aproveitei a embalagem de um CD de Natal que tinha um desdobrável bonitinho.
Tirei uma fotografia escolhendo a iluminação que me pareceu mais adequada.


Procurei na net um filtro para Photoshop que me permitisse incluir neve na imagem. Encontrei um aqui:
Et voilá, temos o postal de Natal da mensagem seguinte!
Agora quando virem fotografia a nevar desconfiem :-)

sexta-feira, 23 de dezembro de 2011

White Christmas


Embora com Natal sem neve as coisas bonitas são para saborear e serem lembradas :-)
Aqui fica a memória de Bing Crosby, e o seu imortal White Christmas (clicar na seta de "play", ou "Reproduzir", para ouvir).
Um Feliz Natal para todos!

quarta-feira, 21 de dezembro de 2011

Natal sem neve


Este ano os "futorólogos do tempo" (que aqui também se chamam "sapos do tempo") dizem que o Natal por estas paragens baixas não será branco :-(
Neve? Só nas terras mais altas.
Menos neve para limpar mas por outro lado menos beleza à nossa volta, e também muito menos frio do que costuma estar nesta altura do ano.

terça-feira, 20 de dezembro de 2011

Grieben Schmalz


"Grieben Schmalz" ou "Grammeln Schmalz" (Baviera) é uma especialidade alemã, que pode ser tomada como entrada ou a acompanhar pequenas refeições ou petiscos.
Consiste em banha de porco, pedacinhos de maçã e cebola fritos, com vários tempêros (sal, tomilho, manjerona, eventualmente outros).

Ingredientes:
500 g de banha
250 g de bacon, em pedacinhos pequenos fritos
1 maçã (Boskoop), em pedacinhos pequenos
2 colheres de chá de manjerona
2 colheres de chá de tomilho
Sal e pimenta
1 xícara de cebola frita aos pedacinhos (cebolas fritas dinamarquesas; ver link no fim)

Preparação:
Fritar previamente os pedacinhos de bacon, cebola e maçã.
Aquecer a banha numa pequena panela ou tacho (sem deixar ferver :-). Depois é só juntar os pedacinhos, previamente fritos. Temperar a gosto e deixar em lume muito brando cerca de 20 minutos (mexendo de vez em quando).
Depois enchem-se pequenos frasquinhos ou boiões e deixa-se solidificar à temperatura ambiente.
Vai bem com qualquer tipo de pão e com cerveja :-).

Nota final:
Devido ao elevado teor de gordura animal e saturada não se aconselha a ninguém, e muito menos aos obcecados por comida saudável. Mesmo assim junto a foto do meu pequeno almoço :-)))

http://www.chefkoch.de/rezepte/195531082991251/Schmalz-mit-Apfel-und-Roestzwiebeln.html

http://engelskueche.blogspot.com/2010/12/danische-rostzwiebeln.html

domingo, 18 de dezembro de 2011

O Tannenbaum


O Tannenbaum... é uma das canções mais populares do Natal. Só que ... há sempre um mas!
Só uma pequena parte das Árvores de Natal são realmente abetos, "Tanne". Na Alemanha são só cerca de 1.5 por cento das árvores. O que muita gente compra e tem nas suas casas são na realidade píceas ou espruces ("Fichter" em alemão).
Em Portugal utiliza-se o pinheiro. São espécies todas primas umas da outras, pertencentes à mesma ordem e família, só diferindo no género.
Depois temos as artificiais. Em 2005 a de Lisboa foi a mais alta. Este ano a do Rio de Janeiro com 85 metros e mais de 500 lâmpadas é o novo recorde :-)
Mas bonitinha é a Árvore de Natal do meu vizinho com neve e toda iluminada :-)

A canção popular já existia no século XVI mas a sua versão actual foi re-escrita como canção de Natal por Ernst Anschütz em 1824.
Aqui, na página 5, pode ver-se o manuscrito original existente nos arquivos da cidade de Leipzig:
http://www.archiv.sachsen.de/download/Archivblatt_2_2008.pdf

Outros links relacionados:

Por causa dos direitos de autor não vou pôr o filme no blogue mas deixo-vos este link com a música de André Rieu:
http://www.youtube.com/watch?v=B_-GRcUOcww

quinta-feira, 15 de dezembro de 2011

Ditzum, ...um, ...sum


Ditzum fica situada na margem esquerda do rio Ems, quase lá no fim do Mundo, onde a Alemanha termina e começam os Países Baixos.
É uma vila piscatória, abrigo de algumas embarcações, muitas para a pesca de Krabben,   pequenos mas saborosos camarões, que são uma das especialidades da região.
Há algumas semanas tive a oportunidade de expor em Ditzum alguns dos meus trabalhos de pintura e aproveitei para tirar mais umas fotografias :-)


segunda-feira, 12 de dezembro de 2011

Fui à pesca...


Há muitos muito anos (... como começam quase todas as histórias) um tio ensinou-me a pescar. Ainda hoje não me esqueci da primeira vez que lancei os anzóis. Foi tudo atrás, a cana e o carreto :-)

sábado, 10 de dezembro de 2011

Perigo de inundações

De Fentjer Tief

De Fentjer Tief
As fotografias mostram os níveis de inundações anteriores, numa região não muito longe daqui.
Desta vez o perigo é ligeiro mas mesmo assim o nível subiu 2 metros e meio acima do normal.
Nos últimos dias tem havido em praticamente toda a região da costa norte aviso de subida do nível das águas e por conseguinte perigo de inundações.
Em postais anteriores já falei do dique e da sua importância para as terras baixas, ou melhor ainda, para as terras abaixo do nível do mar, como se vive aqui:

De qualquer modo a coisa vai melhorar pois deixa de haver a conjugação das marés-vivas com a tempestade, que entretanto também deverá amainar.
O sistema de diques e canais está preparado para, em caso de subida excessiva do nível da água, deixar alagar regiões não habitadas e proteger as regiões habitadas.
Mas para que tudo funcione é preciso que o dique não quebre :-)

quinta-feira, 8 de dezembro de 2011

Uma viagem até ao fim do mundo


Foi num dia 8 de Dezembro que me mudei para os arredores de Leer.
Por volta das 5 da tarde o avião tinha acabado de chegar a Colónia. Faltava a viagem de comboio até Leer e houve um episódio auspicioso que merece ser contado.
Depois de esperar e levantar a bagagem no aeroporto segui as indicações dos sinais do aeroporto para descer até à plataforma do comboio. São 3 ou 4  pisos de escadas rolantes.
O problema era que o tempo não dava muita margem para enganos.
Quando cheguei ao piso das máquinas automáticas dos bilhetes dos comboios  tive pela primeira a sensação que me dirigia para um dos fins do mundo... A cidade de Leer não constava na lista da máquina automática! E os minutos a passarem...

quarta-feira, 7 de dezembro de 2011

Mais fotos do Natal em Leer


Nem as embarcações no pequeno porto de Leer escapam aos enfeites e Árvores de Natal.  :-)


sexta-feira, 2 de dezembro de 2011

Schloss Lembeck


O castelo de Lembeck fica perto da cidade de Dorsten, na fronteira da regiões do norte do Ruhrgebiet e do sul de Münster.
Está localizado no Parque Natural de Hohe Mark e é rodeado pelos bosques de "Hagen" e "Kippheide".
O complexo, de forma rectangular, ocupa uma área de 190 por 160 metros. As diversas partes do castelo comunicam por pontes através do fosso de água.
Existem referências do século XII à existência no local de uma construção, bem fortificada, que pertencia ao bispado de Münster.
A pouco e pouco a construção foi crescendo e no século XVII (entre 1674 e 1692) o castelo foi reconstruído no estilo barroco, na forma que mantém nos dias de hoje.
No princípio do século XVII o castelo teve muita importância na região por ser lá que se faziam as “provas da água”, nas acusações de bruxaria.