segunda-feira, 25 de fevereiro de 2013

Arrumações e organizações informáticas

 
Quando os temas fotográficos se repetem todos os anos, como por exemplo fotografias com neve, ou então os lugares visitados são tão agradáveis que lá voltamos, começa a ser difícil (ai a idade!, que também não perdoa) encontrar algumas fotografias.
Noutro dia precisei de reencontrar um arco-íris duplo, mas quando foi tirada? Ou então era uma determinada fotografia na neve, mas em que ano?
Bem sei que há quem mude os nomes das fotografias e provavelmente não tem este problema. No início optei por não o fazer, e primeiro fui arrumando tudo por anos e meses, mas depois percebi que por locais e/ou temas era melhor.
Mesmo assim há fotografias que merecem ser catalogadas em várias categorias, por exemplo: rosas, flores, parque x, viagem y. E não é económico ter uma cópia da fotografia em cada local ou tema (leia-se "pastas").
Nisto de arrumações acho que cada um deve encontrar o sistema que melhor se adapta a si próprio. Provavelmente uma pessoa "desarrumada" (ou muito arrumada!) na cabeça nem precisará disto mas enfim, uma coisa é o sistema de organização e outra é o processo para o fazer funcionar.
Há muitos programas com bases de dados para resolver o problema, que permitem etiquetar as fotografias (em inglês "tagging" de "tag"- etiqueta)
Os melhores, na minha opinião, são os que "marcam" essas etiquetas no próprio ficheiro da foto, ou seja, em caso de alteração de sistema operativo ou de programas utilizados, não há perda de dados pois eles estão contidos nas fotos.
Um dos muitos programas que também faz isso é o Picasa, que costumo utilizar para arrumar os meus álbuns, mas que eu saiba não permite fazer pesquisas múltiplas (por exemplo, uma fotografia com etiquetas "flores" e "borboletas")
Recentemente percebi que o Explorador de Ficheiros do Windows (pelo menos na versão 7) permite fazer isso e muito mais.
O Explorador de Ficheiros permite pesquisar com os operadores lógicos AND, OR, NOT, e assim podemos fazer pesquisas múltiplas.
Permite-nos até etiquetar, dar assuntos e nomes aos ficheiros, que nos facilitam as pesquisas de um modo muito mais fácil.
E não só para as fotografias mas para qualquer tipo de ficheiro!
Ainda mais interessante é que o sistema de etiquetas dentro dos ficheiros permite que a escrita e leitura dessas etiquetas possa ser feita independentemente do programa que as cria. Por exemplo o Picasa lê as etiquetas criadas pelo Windows e vice-versa. Não confirmei mas penso que o mesmo se deverá passar com outros programas comerciais, Photo Elements, View NX, etc.
Os sistemas de etiquetagem de fotografias permitem também a classificação por estrelas, que pode dar muito jeito para ir separando as melhores das que não têm muito interesse.
Posto isto, não há que enganar, toca a organizar, mas o melhor talvez seja cada um criar um registo onde guarde os nomes de todas as etiquetas que usa, pois a coisa pode ficar complexa com muitos milhares de fotos :-)
E não se esqueça que pode também arrumar outros tipos de ficheiros com este processo.
 
 
Nesta imagem mostro um pesquisa múltipla de etiquetas: "flores" + "borboletas", õnde são mostradas todas as fotos com ambas as etiquetas
 
Pesquisa do tipo "ou" (OR), dedaleiras ou borboletas
 
Nota final:
O que apresento aqui é o sistema que utilizo e que serve as minhas necessidades. Volto a repetir, um sistema de arrumação para cada cabeça!
Mesmo assim fico à espera de comentários e sugestões :-)

1 comentário:

  1. Sem dúvida que o método ajuda a ordenar a vida (seja com fotos ou com outra coisa qualquer) e as tuas sugestões são dignas de ser tomadas em consideração... vou ver se consigo :-)
    Mas isto, de certo modo, faz-me lembrar a questão "o que é o Estado" colocada a Mossolini, a que o "erudito" senhor responde, "não tenho vagar para me preocupar com essas definições porque a minha preocupação é apenas governá-lo".

    ResponderEliminar