segunda-feira, 20 de outubro de 2014

Aranha e casulo


Há alguns dias uma aranha resolveu fazer um casulo numa das redes que temos nas janelas da nossa casa.
Preparei o material fotográfico e usei-a como modelo para umas pseudo-macro fotografias ... sem lente macro! 
Uma boa lente macro é muito cara e quando preciso de fazer close-ups ou macros uso filtros que se colocam nas objectivas e funcionam como lentes que aumentam a imagem.
Neste caso os filtros devem ser da melhor qualidade e acromáticos para evitar aberrações.


As fotos aqui apresentadas são na realidade close-ups e não macros.
Os puristas consideram que macro fotografia acontece apenas quando o tamanho da imagem tem uma relação de 1:1, ou superior, com o objecto fotografado (em inglês, magnification 1:1). 
Se a relação for inferior então o género da fotografia não é macro mas close-up.
Portanto na maioria dos casos o termo macro é usado indevidamente para fotografias que na realidade são close-ups.

7 comentários:

  1. Bem, hoje quem teve de sair do casulo fui eu para te dar os parabéns por esta maravilhosa série fotográfica.
    A questão de pormenor, se é macro ou não é irrelevante, porque o que importa é o que se vê, observa e regista independentemente dos meios (e conceitos) utilizados.
    Só mesmo com a tua admirável paciência e proficiência é possível extrair maravilhas como esta do minudente universo “oculto”!
    Grande abraço!

    ResponderEliminar
  2. Obrigado, meu caro amigo Yako. Fico satisfeito pelo teu comentário, um abraço!

    ResponderEliminar
  3. Convenceste-me com estes registos a investir num filtro "close-up"!também acho que com a definição e tamanho da imagem digital, não se justifica muito a lente macro!
    Tenho ainda um dos tempos da "reflex" mas não serve na atual...:(
    Grande abraço, caro Luís!
    Parabéns pelo documentado e magnífico Postal-Blog !!
    Bom fim de semana

    ResponderEliminar
  4. Obrigado Cristina e Luís, pelos comentários :-)

    ResponderEliminar
  5. Magnifica fotografia, o que é habitual neste espaço.

    ResponderEliminar