quarta-feira, 1 de julho de 2015

Zoooooooming!

 1/30s, F11, ISO 100

Esta semana o tema no 1x.com é o "Zoom Blur".
É uma técnica fotográfica, também chamada "Zoom Burst", que se consegue com a utilização de lentes com anel de zoom manual. 
A técnica consiste em fazer zoom enquanto o obturador está aberto com uma velocidade de obturador relativamente lenta, geralmente abaixo de 1/60 de segundo, fazendo com que a imagem seja "arrastada"  e deixando os rastos do percurso conforme o zoom efectuado.
É também possível obter um efeito semelhante com software de pós-processamento como o Adobe Photoshop e similares.
A técnica com o zoom burst feito de modo manual exige alguma perícia e treino. No caso do Photoshop a fotografia pode ser tirada com qualquer velocidade, mas garanto-vos que o prazer em conseguir o resultado pelo primeiro modo é muito superior ao "fake" do photoshop :-)
Para o tema da semana no 1x.com escolhi uma foto antiga, do Campeonato Mundial de Bicicletas Reclinadas, realizado em Leer, em 2013. 
Foi tirada na rua, sem tripé e com uma lente sem sistema de redução de vibração (gosto de desafios, e assim foi bem mais difícil).
Fiquem com as minhas experiências de Zooming, espero que gostem :-)


 1/10s, F18, ISO 100

Na foto seguinte usei um pequeno truque que algumas máquinas permitem.
É uma foto tirada com múltipla exposição (dupla, neste caso). 
Depois de seleccionar no menu da máquina a opção de múltipla exposição, tirei duas fotos, uma em cima da outra, com disparo sequencial.
Nesta série de fotografias não houve outros truques fotográficos além do ajuste do contraste, porque tenho a minha máquina propositadamente  assim  definida, quase sem contraste.

 1/8s, F22, ISO 100

 1/8s, F25, ISO 100

 1/10s, F20, ISO 100

 1/8s, F22, ISO 100

 1/6s, F22, ISO 100

 1/6s, F22, ISO 100

 1/6s, F20, ISO 100

 1/3s, F29, ISO 100

 1/2s, F6.3, ISO 100

 1/4s, F14, ISO 100

6 comentários:

  1. Zumou muito bem, Luis.
    Qualquer dia tb vou experimentar a zumar - quem sabe, talvez seja bem sucedida.
    Boa noite.
    : )

    ResponderEliminar
  2. Técnica muito bem dominada...por quem a trata com arte!
    Efeito Surpreendente na abordagem a estes motivos (estáticos e em movimento)!!
    Abraço

    ResponderEliminar
  3. Luisamigo

    Uma vez mais o deslumbramento! Confesso-te: nunca conseguiria fazer maravilhas destas onde se vêm que o coração faz parte da objectiva.

    Mas, tenho de te dizer que, mau grado o pesar que isso me dá, gostaria de perguntar-te: porque nunca foste à TRAVESSA? Já nem pergunto por comentário… Porquê? Tratei-te mal? Ofendi-te? Insultei-te? Tenho a certeza de que não o fiz. Portanto, hoje é a última vez que aqui venho. Lamento-o, mas aprendi de pequenino que amor com amor se troca Não ficarás mal disposto com esta decisão e pensarás, por certo que uma viola num enterro não vale uma chatice…

    Auf Wiedersehen
    Umarmuno

    ResponderEliminar
  4. Luís, muito obrigado pelo teu simpático comentário, um abraço!

    ResponderEliminar
  5. Henrique, já te respondi em privado mas aqui fica a minha resposta em público.
    Não me trataste mal nem me ofendeste, apenas não tenho ido a outros blogues ultimamente. Se calhar atribuí as prioridades de forma errada, e peço-te desculpa por não visitar a tua Travessa tão assiduamente como mereces.
    Mesmo tendo decidido não voltares, agradeço-te os comentários e as visitas que me fizeste neste espaço.
    Um abraço

    ResponderEliminar