quarta-feira, 30 de outubro de 2013

A tempestade destruiu um dos moinhos de Greetsiel!

 
A tempestade no início da semana foi a maior dos últimos 15 anos no Norte da Alemanha, com força 12 na região costeira.
Os estragos foram muitos, as notícias na tv têm mostrado muitos telhados destruídos (nas ilhas foi uma calamidade), produções agrícolas, paragens de linhas férreas, etc. E o pior é que também houve a tragédia da perda de vidas.
Sobre os estragos não vi ninguém a chorar, coisas próprias de um povo que está habituado a reconstruir.
Um dos moinhos de Greetsiel, ícones da região frísia e um local muito visitado pelos turistas, não resistiu à tempestade.
Podem ver o filme aqui (mais para baixo na página está um filme):
Mas a população já se está a mobilizar para a reconstrução!
É assim mesmo :-) 
 
Podem ver outro postal sobre Greetsiel aqui:
 
 

5 comentários:

  1. A mesma tempestade que atingiu a Grã-Bretanha, suponho.
    Lamentável.

    ResponderEliminar
  2. Há povos que encaram as perdas de uma giram bastante diferente da fios portugueses, penso que seja uma questão cultural e de habituação.

    ResponderEliminar
  3. Luís, sempre belas fotografias, uma que gostei muito foi "dia dourado", já pensou que daria uma bela aguarela?!

    Cumprimentos,
    Manuel

    ResponderEliminar
  4. mmm's disse bem a palavra "habituação", alguns estão é mal habituados, por um lado felizmente por outro, já não sei.
    Abraço

    ResponderEliminar
  5. Manuel Teixeira, dará sem dúvida uma excelente aguarela, o problam é que agora me dedico à fotografia por inteiro :-) e não tem sobrado nada para as aguarelas.
    Um abraço

    ResponderEliminar