domingo, 6 de julho de 2014

Roubo de um galo e nove galinhas!


Aos Domingos de manhã é quase ritual a leitura dos jornais de distribuição gratuita que nos são deixados bem cedo na caixa do correio. A distribuição é feita por jovens que assim ganham algum dinheiro extra. 
Os jornais trazem muitas notícias e informações da região, anúncios e, claro, inúmeros folhetos com publicidade, que no fundo pagam essa distribuição gratuita.
Entre várias notícias resolvi destacar esta que me fez rir: roubo de 1 galo e 9 galinhas! :-))
Acrescenta a notícia que as aves são da raça Barnefelder.
O furto aconteceu na noite de terça para quarta-feira e o local do crime foi num galinheiro da localidade de Midlum (208 habitantes),  na margem esquerda do rio Ems.
Como seria de esperar a polícia já tomou conta do caso e está a investigar, pedindo informações a quem souber do paradeiro das aves :-)


2 comentários:

  1. Luisamigo

    É boa. Mas eu conhecia a do galo velho que comia todas as 879 galinhas do galinheiro. E vivia satisfeito.

    Um dia o dono do galinheiro pôs lá um galo novo de crista empinada. O galo velho perguntou-lhe a que vinha. Respondeu o galo novo que o dono o mandara "montar" as 879 galinhas.

    E o galo velho pediu-lhe para ficar com a pedrês seu amor de juventude. Não! disse o galo novo.

    E o galo velho então propôs uma corrida ao redor do galinheiro, com umas 20 voltas. O novo pensou que o velho estava doido, aceitou e até disse que seriam apenas dez voltas.

    Mas o galo velho fez-lhe um pedido: com a idade que já tinha o galo novo podia dar-lhe um avanço de 30 metros e... Nada disso disse o novo, dou-lhe 50 metros de avanço.

    Uma galinha deu o sinal de partida e os galos começaram a correr e as galinhas a cacarejar de emoção.

    Veio o dono, apanhou o galo novo e torceu-lhe o pescoço, comentando: Porra! Só em duas semanas já chegaram dez galos maricas. Ele disse paneleiros, mas não me pareceu bem escrevê-lo.

    Se calhar já sabias do que peço desculpa, mas em contrapartida espero-te na Travessa.

    Auf Wiedersehen

    Abç

    ResponderEliminar
  2. Esta é uma velha anedota, em tempos conhecia todas e como sou alentejano para evitar trabalho, às vezes com amigos, bastava dizer o número da anedota que o pessoal já se ria :-)
    abraço

    ResponderEliminar