domingo, 9 de dezembro de 2012

Postais de Portugal (1) - Faro

A fotografia original tem 72 milhões de pixeis pelo que a redução infelizmente não pode apresentar a nitidez desejada.
 
Vou afastar-me um pouco do título do blogue :-)
Não é um postal da Alemanha, mas são locais e fotografias que gostaria também de vos mostrar.
Há poucas semanas, de visita a família e amigos em Portugal, revivi e registei alguns locais que fotografei e passarei a mostrar nos próximos postais.
Começo então por algumas fotos do sul de Portugal: Faro, no Algarve.
Foi um regresso a uma das minha origens, pois embora seja alentejano passei uma boa parte da minha infância em Faro, com a minha avó materna, tios e primos, tempos de que guardo belas memórias.
São apenas fotografias nocturnas na cidade velha (Arco do Repouso, Câmara Municipal e Largo da Sé) e na antiga doca (julgo que agora se chama marina), junto do Jardim Manuel Bívar.
 
Continuar para ver uma pequena selecção das fotos...
 


(Se o slideshow não aparecer em formato reduzido tente recarregar a página)


5 comentários:

  1. Belas, belíssimas!
    E a avenida de Santo António? E a avenida 5 de Outubro? Vou aguardar.
    Tem costela algarvia... não sabia!

    ResponderEliminar
  2. Lamento, mas de Faro não tenho mais fotos para mostrar, Catarina.
    Pelo menos daquela noite fotográfica :-)

    ResponderEliminar
  3. Que lindas! Mas e onde estão as pessoas???
    Nunca vi Faro sem ninguém :)))

    ResponderEliminar
  4. Papoila, havia pouca gente na rua :-)
    Há pouco tempo um amigo fez-me a mesma pergunta, pois nas minhas fotografias raramente se vêem pessoas.
    O tema têm uma riqueza interminável, fotografar pessoas, mas eu opto por respeitar a privacidade dos outros e não divulgar publicamente fotos onde essa privacidade possa ser violada.
    Pelo menos tento :-)

    ResponderEliminar
  5. Luis, Nem tinha pensado nisso embora concorde inteiramente consigo!
    Como não se vê ninguém pensei que era muito tarde ou muito cedo...:)
    Estão lindas.

    ResponderEliminar