quinta-feira, 27 de dezembro de 2012

Postais de Portugal (5) - Cegonhas "eléctricas"

 
Longe vão os tempos (Maio de 2000) em que uma cegonha foi "culpada" pelo mega apagão que deixou metade de Portugal às escuras, toda a região sul incluindo Lisboa.
Coitadas da cegonhas, que já cá andavam antes de os humanos terem inventado a electricidade, e que além de terem de carregar os bebés ainda têm também de carregar com estas culpas.
Disse longe vão os tempos porque felizmente hoje em dia o problema das cegonhas e da sua propensão para se instalarem nos postes de transmissão de alta tensão é encarado de forma mais positiva.
A EDP (Electricidade de Portugal) adoptou no seu Plano de Promoção do Desempenho Ambiental (2009, trianual) as medidas 26 e 27, de protecção ambiental:
Medida 26 - Protecção da Cegonha Branca;
Medida 27 - STORK - Sistema de Protecção da Avifauna, em teste na espécie Cegonha Branca.
No último relatório (Agosto de 2012) de análise da execução desse plano pode ler-se, nas actividades realizadas :
"As actividades em 2011 decorreram conforme o planeado, tendo sido:
- Instaladas 150 plataformas de nidificação.
- Instalados 481 dispositivos dissuasores.
- Transferidos 43 ninhos localizados em zonas perigosas.
O número de ninhos em apoios da RNT continua a aumentar, totalizando 1900 em 2011 (aumento de 6% relativamente a 2010). Realça-se que todas as intervenções foram realizadas com autorização do ICNB (Instituto da Conservação da Natureza e da Biodiversidade)."

Não quero com isto dizer que a EDP só tenha boas intenções pois, pelo que entendi nesse relatório, os custos destas medidas (215 mil euros) ao que parece foram suportados pelos consumidores :-)


Mais informações sobre o programa STORK:
http://www.uc.pt/fctuc/noticias/2009/n20091202n02
http://www.uc.pt/noticias/02_2010NL/cegonhas_edp
 

2 comentários:

  1. Como as cegonhas gostam de se empoleirar lá no alto. Talvez para usufruirem de paisagens mais alargadas que os humanos. : )

    ResponderEliminar
  2. Estás a ver... afinal lendo os Postais da Alemanha também se pode aprender qualquer coisa sobre Portugal :-)

    ResponderEliminar