domingo, 12 de fevereiro de 2012

Uma vitória da democracia!

Vou tentar contar a história da forma mais simples possível.
Em Julho de 2010, durante o evento Love Parade em Duisburg, houve um acidente que causou a morte de 21 pessoas.
O Presidente da Câmara (Prefeito pata os amigos brasileiros), Adolf Sauerland de 56 anos não assumiu quaisquer responsabilidades, e apesar de muitos insistirem na sua demissão ficou no cargo.
Penso que apenas um ano depois o senhor terá pedido desculpas pela falta de organização e controlo do evento.
Entretanto um grupo de cidadãos iniciou uma iniciativa e juntou 80 000 assinaturas para propor um referendo sobre a saída do Presidente da Câmara.
E hoje 129 mil eleitores votaram a sua saída do cargo (apenas 21 500 votaram a favor do Presidente da Câmara).
Uma vitória da democracia.


9 comentários:

  1. Enfim, há gente que nunca entende quando está a mais :-)

    ResponderEliminar
  2. Coitado! Pensou que se aplicavam os precedentes de outros países da UE...

    ResponderEliminar
  3. E assim seria se o pessoal ficasse conformado.

    ResponderEliminar
  4. Na rede só ficou o peixe mais pequenino...

    ResponderEliminar
  5. Sim, o peixe é pequeno mas as pessoas parece que voltam a saber pescar e isso é o mais importante :-)

    ResponderEliminar
  6. Não quero, de maneira nenhuma, defender o Adolf Sauerland, mas atirar-lhe com ketchup ou outros objectos é inaceitável e de uma falta de civismo, que não esperava de um povo como o alemão.

    Chama a isto democracia, Luís?

    O Sauerland foi apenas o bode expiatório no meio dessa grande tragédia.

    ResponderEliminar
  7. Ematejoca, claro que isso é reprovável, mas o intuito do meu post e a referência à vitória da democracia é porque a população de Duisburg conseguiu através de um processo democrático que foi o referendo votar a sua saída.
    Apenas isso.
    Cumprimentos :-)

    ResponderEliminar